Unioeste: Duas candidatas são aprovadas no Programa para Professores de Utah

Previous Next

Entre as aprovadas no programa “Programa Internacional para Professores”, que busca docentes para atuarem no ensino de Português no Estado de Utah, nos Estados Unidos, estão uma aluna e uma egressa da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus de Cascavel. Marina Luísa Rohde é graduada e mestre pelo curso de Letras da Unioeste, e Ana Cristina Bonetti Brasil Soares é mestranda também pelo curso de Letras da Unioeste.

As outras professoras classificadas na seleção são Karina Resende Nativo, graduada em Pedagogia pela UFPR e Mayra Luiza Migliorini, graduada em Letras pela UEPG.

Desde 2014, o Conselho de Educação de Utah e a Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Paraná (SETI) possuem um convênio assinado com o objetivo promover o melhor conhecimento dos seus respectivos sistemas de ensino, além do aperfeiçoamento e aprendizado de novas técnicas educacionais. Em decorrência do acordo, foi criado o “Programa Internacional para Professores”, que objetiva aos professores paranaenses lecionar no Programa de Imersão em Língua Portuguesa nas escolas públicas do estado de Utah, Estados Unidos.

O professor Rafael Mattiello, assessor de Relações Internacionais da Unioeste, reforça a importância da aprovação das egressas “A aprovação de duas alunas da Unioeste entre as quatro classificadas é bastante representativa para a Universidade no âmbito do Estado do Paraná, confirma o prestígio institucional com que os nossos egressos saem para a vida profissional. Ademais, o diálogo com as alunas referente às experiências internacionais pode contribuir para repensarmos e aperfeiçoarmos o ensino e a extensão nos cursos de licenciatura.”

O processo de seleção aconteceu em três etapas eliminatórias: análise de documentos, entrevista em inglês e avaliação de uma experiência didática com alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental, gravada em vídeo pelo candidato. Os aprovados começam a trabalhar no segundo semestre deste ano e permanecerão nos EUA pelo período de até três anos. O Programa, disponibilizará ao professor selecionado e aos seus dependentes um visto de trabalho de três anos nos EUA.

 

Texto: Milena Griz

Supervisão: Patricia Bosso