Núcleo Maria da Penha: Webnário aborda enfrentamento e prevenção da violência doméstica durante a pandemia

Núcleo Maria da Penha: Webnário aborda enfrentamento e prevenção da violência doméstica durante a pandemia
No evento, será realizado o lançamento de uma cartilha digital com informações sobre a violência doméstica em tempos de pandemia

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus de Toledo, representada pelo Núcleo Maria da Penha (NUMAPE/Toledo), pelo Programa de Apoio a Política de Atenção à Criança e ao Adolescente (PAPPCA) e pelo Programa de Educação Tutorial – PET: Serviço Social, Meio Ambiente e o Uso Sustentável de Recursos Naturais, promoverão o Webnário “Violência Doméstica e Familiar em Tempos de Pandemia” e o lançamento da cartilha digital “Se Minha Casa Falasse: Será a casa um lugar seguro para as mulheres, as crianças e os adolescentes?”

O evento será realizado em ambiente virtual na próxima terça-feira (22), com início às 14 horas e término às 17 horas. As vagas são limitadas e a inscrição deve ser realizada pelo link: https://forms.gle/HGcTzffC7YfMqpuE9. Após a inscrição, as informações de acesso ao Webnário e a cartilha digital serão disponibilizadas, previamente, por meio do e-mail de cadastro.

Durante o evento, haverá uma mesa de abertura com a presença da pró-reitora de Extensão, Fabiana Regina Veloso, do diretor de campus de Toledo, Remi Schorn, da diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Patrícia Battisti, da coordenadora do Serviço Social, Diuslene Rodrigues da Silva e do representante da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS), Alfredo Batista.

Em seguida, será feita a apresentação da cartilha pelos bolsistas e coordenadoras do NUMAPE e PAPPCA. De acordo com Camila Alves, cientista social do Núcleo, o principal objetivo do evento será proporcionar um debate entre os participantes sobre o tema, ressaltando a atuação da extensão universitária no fortalecimento da intersetorialidade das políticas públicas e da interdisciplinaridade do trabalho profissional voltados para o enfrentamento e prevenção da violência doméstica contra mulheres, crianças e adolescentes.

Para a pró-reitora de Extensão, Fabiana Regina Veloso, a realização deste Webnário traz a preocupação com a proteção das famílias, especialmente das crianças, adolescentes e das mulheres que possam sofrer violência doméstica. “É uma preocupação real, pautada em dados estatísticos que mostram como o contexto de isolamento social vivido nos últimos meses tem gerado reações emocionais estressantes, e tem levado a suscetibilidade e à violência doméstica. Isso ressalta a importância de projetos sociais como os que serão apresentados neste evento. As informações que serão discutidas precisam chegar ao alcance das famílias, das entidades e das pessoas que possam amparar e acolher as famílias”.

Cartilha digital

Desde a chegada da pandemia da Covid-19 no Brasil, o Numape Toledo substituiu o trabalho presencial pelo teletrabalho, a fim de dar continuidade ao enfrentamento e prevenção da violência contra as mulheres. “Ao mesmo tempo, a preocupação em torno da violência doméstica ganhou visibilidade e mobilizou profissionais e pesquisadores a se manifestarem sobre as particularidades desse fenômeno no contexto da pandemia e do isolamento social”, explica Camila.
Assim, surgiu a ideia de elaborar uma cartilha que reunisse informações sobre os mecanismos de enfrentamento e prevenção da violência doméstica, para que esse material fornecesse subsídios para um amplo debate sobre a violência doméstica em tempos de pandemia.

Segundo Fabiana, existem muitos projetos atuando nas mais diversas frentes de combate e enfrentamento às condições impostas pelo isolamento social que vivemos nos últimos meses. “No momento de pandemia que a sociedade vive atualmente, estamos orgulhos da nossa universidade. São grupos de pessoas que tem se dedicado de várias formas a identificar possíveis problemas sociais e, mais que isso, trazem propostas, soluções e agem junto à comunidade para auxiliar os mais diversos públicos que precisam de apoio”.

O projeto da cartilha digital é uma iniciativa do Numape e o PAPPCA, que juntos escreveram o conteúdo da cartilha, a fim de abordar não somente as implicações da violência doméstica para as mulheres, mas também para as crianças e adolescentes.

Para a etapa do lançamento do material e debate sobre o tema, o PET: Serviço Social, Meio Ambiente e o Uso Sustentável de Recursos Naturais ficou responsável por organizar a estrutura do Webnário e auxiliar no processo de divulgação e execução da atividade.

Segundo Camila, trata-se de uma ação coletiva e articulada entre projetos de extensão universitária da Unioeste de Toledo, cada qual contribuindo conforme suas especificidades. “A criação da cartilha contou com o empenho e dedicação dos bolsistas e das professoras coordenadoras de cada projeto. Foi um árduo trabalho de articulação, estudo, pesquisa, exercício criativo, que gerou o resultado desse material que será lançado no dia 22”.

Programação: 

WhatsApp Image 2020 09 16 at 09.13.36 1

Texto: Ana Cauneto





Imprimir