Novo Coronavírus: Unioeste desenvolve força-tarefa em Foz do Iguaçu

Previous Next
A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Campus de Foz do Iguaçu, está desenvolvendo uma força-tarefa ao enfrentamento e combate à pandemia provocada pelo novo Coronavirus/Covid-19, tanto no município, como na 9 Regional de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, área de fronteira com Paraguai e Argentina. Trata-se do projeto “Contribuições das ações de extensão da Unioeste no combate à pandemia do novo Coronavirus na região Oeste e Sudoeste do Paraná”, em Foz, coordenado pelo docente do curso de Enfermagem e doutor em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP), Marcos Augusto Moraes Arcoverde.
 
O projeto, que atende a área de fronteira, está dividido cinco frentes: o Call Center em funcionamento no Campus, e também com ações diretas no Hospital Municipal Padre Germano Lauck; na área de epidemiologia da Prefeitura de Foz do Iguaçu e junto à 9 Regional de Saúde e ainda com orientações preventivas no Centro de Abastecimento de Alimentos (Ceasa) do município, considerado local de risco pelo grande volume de pessoas trabalhando e da logística de recebimento e distribuição de alimentos.
 
O coordenador explica que o projeto atende uma demanda da região e ainda envolve a Unioeste em ações de extensão no combate à pandemia, cumprindo seu papel social. Além de Foz, o projeto conta também com coordenações em Cascavel e Francisco Beltrão. “Temos muito trabalho e a tendência é aumentar, porém é gratificante estar junto no enfrentamento à pandemia”, reforça.
 
Financiado pela Fundação Araucária e Superintendência de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), órgãos estaduais, o projeto teve início no final de março e estará em atividade nos próximos quatro meses. Todos os alunos envolvidos recebem uma bolsa. No Call Center, por exemplo, há 15 alunos bolsistas, sendo 12 da graduação em Enfermagem, do Campus de Foz e os outros três da pós-graduação nível mestrado, funcionando das 8 às 23 horas, tirando dúvidas da população e ainda fazendo um link com o atendimento médico. Nos outros locais, são enfermeiros e técnicos de enfermagem que desenvolvem as atividades.
 
Ação interligada
 
O Call Center também atua junto à Plataforma Vitoria, um aplicativo desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde do Paraná para atendimento e esclarecimento de dúvidas. Uma novidade é que o Call Center de Foz do Iguaçu faz o suporte do aplicativo COVIDPR, no qual o usuário do aplicativo ao informar os sintomas é direcionado para o atendimento. O aplicativo COVIDPR foi desenvolvido pelo curso de Ciência da Computação, do Campus de Foz do Iguaçu. O Call Center, em Foz, atende pelo número 0800 200 4502.

 

Por Mara Vitorino


Imprimir