Unioeste: Sesmt ministra treinamento aos profissionais do Centro de Reabilitação Física

Previous Next
Hoje (30), o Sesmt (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) instalado no Huop (Hospital Universitário do Oeste do Paraná) realizou um treinamento voltado aos funcionários da Clínica de Reabilitação Física do curso de Fisioterapia da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná). O objetivo foi o de capacitar os profissionais sobre as normas de biossegurança, incluindo higienização das mãos, do ambiente, além do uso de EPI’s (equipamento de proteção individual).

Uma das ministrantes do curso, a enfermeira residente Vanessa Bordin, ressalta a importância de abordar esses temas que se atualizam constantemente. “O treinamento visa as normas de biossegurança para os trabalhadores da saúde. Entre essas normas, falamos sobre higienização das mãos, limpeza de superfícies, importância da imunização dos trabalhadores da área da saúde que estão em contato com essa exposição ocupacional diariamente. Além disso, discorremos sobre o fluxo de atendimento dos trabalhadores, caso eles venham a sofrer algum tipo de acidente, e a questão do uso de EPI’s”.

A coordenadora do curso de Fisioterapia, professora Juliana Cristina Frari, afirma ser muito importante esse treinamento voltado à capacitação dos profissionais e estagiários. “Todas essas normas são fundamentais para garantir o mínimo possível de contaminação e qualquer outro tipo de intercorrência. Todos os profissionais, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, enfermeiros, funcionários de limpeza, estagiários, o pessoal do administrativo, tem que ser capacitados à essas noções de higiene de ambiente”.

O curso acaba por auxiliar nas orientações voltadas a pandemia da Covid-19, apesar de não ser o objetivo único. Segundo o professor de Fisioterapia, Fernando Aragão, rever alguns dos preceitos e protocolos que já estão padronizados é muito enriquecedor. “A precaução é sempre bem-vinda, principalmente neste momento delicado em que estamos vivendo. Acho esse tipo de reciclagem muito importante porque é voltada a nossa própria segurança, e da comunidade como um todo”.

Atualmente, o Sesmt conta com aproximadamente 30 profissionais. O curso foi ministrado pela enfermeira residente Vanessa Bordin, o engenheiro de segurança do trabalho Vitor Hori e a técnica de segurança do trabalho Karina Spinelli Sbardelotto. O treinamento foi realizado obedecendo todas as normas exigidas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) neste momento de pandemia.

Texto: Ana Cauneto


Acessos: 152
Imprimir