EDITORIAL     
 
 

Sendo os números e as figuras os tipos externos da ordem e destino do mundo, a mais simples operação aritmética, algébrica ou geométrica, desde que seja bem feita, contém grandes revelações; e, sem precisão de mais sinais, na matemática estão as chaves de todos os mistérios. Isto não quer dizer- o que seria absurdo- que todos os matemáticos conscientemente nos estão comunicando os  sinais de segredo, quando fazem cálculos.

Fernando Pessoa
 

               Dez (10) é o número desta Revista Travessias que, como manda o figurino já abriga em seu seio centenas de outras diversas e múltimplas travessias que aconteceram na vida de muitos acadêmicos e profissionais da educação, da arte, da cultura, da linguagem, e da comunicação.

               Neste editorial vamos falar de números com letras e letras com valor de número, assim: 10 é resultado das dez Sephiroth com os seus 22 caminhos na constituição da Árvore da Vida. Podemos dizer que a Revista Travessias em seu número 10, é  como uma metáfora  de ser ponte para o mundo do conhecimento.
               
               Na cabala o número dez apresenta o seguinte sentido 10 = 1 + 9, apontando que, para se manifestar o 1 precisa de outros 9 atributos ou valores qualitativos e energéticos, abrigando assim, o número 10, a síntese das outras 9.

               Travessias a parte, esta Revista passa desde sua décima edição a trabalhar com temáticas trazendo para este número: Arte, Comunicação, Educação, Linguagens e Interfaces.

               A capa espelha sua nova face: ser sol, ser céu, ser calor pulsante, ser espaço aberto para acolher o novo, o criativo o multi e o transdisciplinar.

               A fotografia que Acir empresta para ser face e sentido da Revista Travessias número 10 espelha e espalha, nas suas cores, o seu sentido de estar aí.

               O amarelo associado ao sol que desconhe todos os limites. Cor quente e expansiva, que ativa a mente deixando-a pronta para novas idéias. Casa onde mora o planeta mercúrio, mensageiro dos deuses, o planeta mental. O amarelo, que predomina na foto guarda também o sentido de eternidade, energia, entusiasmo e ânimo.

               O branco, o azul claro, o azul escuro, o vermelho, o roxo e o púrpura que estão na foto também moram no arco-íres e, assim anunciam aos seus leitores e autores que a nossa Travessias está mais do que nunca espalhada pelos zilhões de pontos luminosos que se anunciam nos écrans de todos os computadores que a acionam. Está no burburinho que as sinapses despertam e fomentam. Está no eco das palavras que convocam todos para dela participar e, também, no som das palavras que, embora se repitam há mais dois mil anos, são sempre novas e bem vindas:
               

               Feliz Natal e Próspero Ano Novo com luz, calor fé, amor e paz para todos.

               Os editores.

 
Revista Travessias - Unioeste - Todos os direitos reservados