MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS

 

 

 

 

 

 

 

CAMISINHA

Método: Um revestimento fino, de látex, vinil ou produtos naturais (de animal), que podem conter espermicidas para maior proteção. É colocado para revestir o Pênis ereto.

Mecanismos de ação: Evita que o esperma chegue ao trato reprodutor feminino, e que microorganismos causadores de ITG (infecção no trato genital) e outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) sejam transmitidos de um parceiro a outro.

Vantagens: Sem riscos relacionados ao método. Não existe necessidade de supervisão médica. Barato. Não existe necessidade de exame pélvico antes do uso. Pode prolongar a ereção e tempo até a ejaculação. Servem como proteção contra ITG e outras doenças sexualmente transmissíveis (p. ex. HBV, HIV/AIDS).

Desvantagens: Alta taxa de falha (taxa de gravidez 10-30 por 100 mulheres durante o primeiro ano de uso). As camisinhas precisam estar disponíveis antes do início da relação sexual. Pode reduzir a sensibilidade do pênis. Pode ser difícil manter a ereção.

voltar

 

 

 

 


DIAFRAGMA

Método: É um pequeno dispositivo circular de borracha com borda firme e flexível, que ao ser colocada na vagina forma uma barreira física sobre o colo do útero.

Mecanismos de ação: Evita que o esperma chegue ao trato reprodutivo superior (útero e trompas de falópio).

Vantagens: Sem riscos relacionados ao método. Eficaz imediatamente. Segura o fluxo menstrual quando usado durante a menstruação. Alguma proteção contra ITG (infecção no trato genital) e outras DST (p. ex. HBV, HIV/AIDS) especialmente se usado com espermicida.

Desvantagens: Alta taxa de falha (taxa de gravidez 5-25 por 100 mulheres durante o primeiro ano de uso). Exame pélvico necessário para medicação inicial. Necessita estar disponível antes das relações sexuais. Deve ser retirado somente após 6 horas depois de relações sexuais. Associado a infecções do trato urinário em algumas usuárias.

voltar

 

 

 

 

 


ESPERMICIDAS

Método: Químicos (p. ex. nonoxinol 9) que inativam ou matam os espermatozóide.

Mecanismos de ação: Causa ruptura da membrana celular do espermatozóide, que afeta sua mobilidade e a habilidade de fertilizar o óvulo. Existem em formas de aerosol em espuma, cremes, pomadas, geléias, supositórios vaginais, tabeletes vaginais

Vantagens: Eficaz imediatamente,uso simples, disponível sem receita médica,não apresenta efeitos sistêmicos colaterais, aumenta a umidade(lubrificação) durante as relações sexuais. Alguma proteção contra ITG e outras DST (p. ex. HBV, HIV/AIDS).

Desvantagens: Alta incidência de falha (taxa de gravidez 10-30 por 100 mulheres durante o primeiro ano de uso). Necessita estar disponível antes das relações sexuais. Precisa esperar 7 a 10 minutos após aplicação antes do ato (tabletes, supositórios). Efetivo somente por 1-2 horas(verifique as instruções de cada espermicida).

voltar

 

 

 

 

 


COITO INTERROMPIDO

O coito interrompido baseia-se na capacidade do homem pressentir a iminência da ejaculação e neste momento retirar o pênis da vagina evitando assim a deposição do esperma. O método requer autocontrole do homem, de forma que ele possa retirar o pênis pouco antes da ejaculação.

Cuidados: Antes do ato sexual o homem deve urinar e retirar restos de esperma de uma eventual relação anterior; antes da ejaculação, o pênis deve ser retirado da vagina e o sêmen depositado longe dos genitais femininos.

Desvantagens: O líquido pré-ejaculatório pode conter espermatozóides vivos o que aumenta o índice de falha; não oferece proteção contra DST/AIDS; é comum a insatisfação sexual de um ou de ambos os parceiros; a eficácia deste método é difícil de se avaliar, acreditando-se que o índice de gravidez seja acima de 25 gravidezes por 100 mulheres.

voltar

 

 

 

 

 


TABELA

O método de Ogino-Knaus, calendário, ritmo ou tabela como é mais conhecido, é talvez um dos mais utilizados. Busca encontrar, através de cálculos, o início e o fim do período fértil.

Como calcular o período fértil:

  • Verifique a duração dos seus seis últimos ciclos menstruais, determine o mais longo e o mais curto. Calcule quando ocorrem os dias férteis, seguindo as instruções a seguir:
  • Do número total de dias no seu ciclo mais curto, subtraia 18. isto identifica o primeiro dia fértil do seu ciclo.
  • Do número total de dias no seu ciclo mais longo, subtraia 11. isto identifica o último dia fértil do seu ciclo.

Exemplo: Ciclo mais curto: 26 dias menos 18 dias = 8 dias
Ciclo mais longo: 30 dias menos 11 dias = 19 dias

Seu período fértil é calculado como começando no oitavo dia do ciclo e terminando no décimo nono dia do seu ciclo (12 dias de abstinência são necessários para evitar a gravidez).

Vantagens: Pode ser usado para evitar ou alcançar uma gravidez; não apresenta efeitos colaterais físicos; grátis; aumenta o conhecimento da mulher sobre o seu sistema reprodutivo; retorno imediato da fertilidade.

Desvantagens: Alta incidência de falha; difícil para algumas mulheres detectar o período fértil; não protege contra DST/AIDS.

voltar

 

 

 

 

 


MUCO CERVICAL

O método do muco indica a época do ciclo menstrual em que a mulher pode ficar grávida (período fértil). Para isso, ela deve observar, diariamente, o muco. O muco é uma secreção produzida pelo colo do útero, que umedece a vagina e, às vezes, aparece na calcinha. Ela varia de aparência em cada período do ciclo menstrual. Aprendendo essas diferenças, é possível saber qual é o período fértil. É livre de efeitos colaterais, proporciona maior conhecimento do corpo e é gratuito. Tem a necessidade de controle constante do ciclo e um período longo de abstinência sexual. É indicado para casais disciplinados e climatério. Não indicado na presença de corrimentos, com pouca quantidade de muco e com dificuldade de avaliar o muco ou tocar nos genitais. A eficácia é de 75% a 85%. Pode aumentar com uso de métodos de barreira.

Como usar o método:
Aprenda, primeiramente, as características do muco:
Logo após a menstruação algumas mulheres têm um período seco, que não é fértil, não têm muco; o primeiro muco que aparece é grosso, opaco (branco ou amarelo), pastoso, e se quebra quando esticado. Por precaução, é melhor evitar relações nessa época; o muco fértil vai ficando mais fino, líquido, leitoso e escorregadio à medida que se aproxima a ovulação. A mulher se sente úmida, e isto é sinal de fertilidade; no período onde é mais fácil engravidar, o muco parece clara de ovo cru. É transparente e elástico. Indica a ovulação. No entanto, é preciso, ainda, esperar mais 4 dias para ter relações; depois o muco diminui e volta a ser opaco, pegajoso e perde a elasticidade. Este período já não é mais fértil; a vagina volta a ficar seca, ou com muco infértil. Isto indica um período em que não há perigo de gravidez até a menstruação.

Se não deseja, evite relações ou use outro método nesses dias. Para examinar o muco, pode-se observar o que sai na calcinha ou apalpar a vulva. No entanto, como muitas mulheres têm pouca secreção, é mais seguro colocar o dedo na vagina para, e seguida, observar que tipo de secreção está presente.

O aspecto do muco é mais importante do que a quantidade. Isto é, não interessa se o muco é muito ou pouco, mas se ele é pastoso, líquido, elástico, ou se não aparece.

voltar